Toussaint Louverture

ToussaintNasceu em São Domingo (Haίti) antiga colonia francesa, entre 1743 e 1746. Foi sίmbolo da liberdade negra nas Américas, esteve fortemente relacionado com independência do (Haíti). Foi alforriado pelo seu senhor e distinguiu como cocheiro privado, uma catégoria bem apreciada no pessoal doméstico da época, trabalhou até aos 35 anos com conde Noé, famίlia Bréda.

Toussaint fez escolinha com seu padrinho professor Pierre Baptiste, aprendeu noções gerais e aperfeiçou conhecimentos de françês. O seu aprendizado foi inovador pela curiosidade em ler alguns livros da época da corrente revolucionária que germinava toda Europa. Viveu na burguesia, benefeciou dias calmos até aos 40 anos em que insurreição geral dos escravos veio desperta-lo num cumprir de mandato. As doenças transportadas pelos europeus e perseguições aos nativos de São Domingo, originou o extermίnio total das populações indígenas.

Os negros de África são levados em massa para trabalhos nas ilhas, campos de lavouras, minas e fazendas. Uma cruel exploração humana sem descanso aos negros, retirando os direitos pela liberdade.

Em 1791, São Domingo vivia um momento de grande tranquilidade, uma população branca de 30000 habitantes e outros homens livres, mulatos e 405000 escravos. A população demonstrava um descontentamento contra o regime de trabalho e um desnivelamento das classes sociais provocando convulções na sociedade. Toussaint incorporou-se numa rebelião guerreira de Boston.

Uma Coluna militar comandada por um chefe negro que combatia contra colonização francesa, com jean-jacques-dessalines_~1646662armas e munições, ajudado pelos espanhóis. Os ataques era destruir as instalações, colocando fogo as plantações e habitações, deixando tudo em cinzas. Toussaint recebe o tίtulo de Tenente-Coronel. Na época da revolução francesa a convenção nacional apresentava direitos humanos, alforria aos escravos. Isto levou Toussaint a incorporasse no exercito françês ao comando de 4000 homens disciplinados para expulsarem os Ingleses de São Domingo. Uma guerra já gerada em toda Europa.

Toussaint2Toussaint de general brigadeiro, é promovido, general chefe do exercito françês. Com diplomacia e armas, ganhou outro afrontamento aos ingleses que atacavam a ilha.

Toussaint já era conhecido como espártaco antilhano. Disciplinou seu exercito num modo europeu, teve sempre ao comando de suas tropas. Organizou arsenais e parques, lutou ao lado dos espanhóίs, dominou os françeses, deteve os ingleses. Sua capacidade militar e rapidez de manobras, fez que fosse proclamado napoleão das Antilhas.

Toussaint era um organizador incansável. Fundou uma resistência de bases económicas, fermentou e conservou as lavouras, criou escolas, instalou hospitais, etc. As leituras e conhecimentos rudimentares adquiridas no passado e tratamento de plantas medicinais fez que Toussaint exercesse um papel de guerreiro telúrio, actuando de médico no comando da unidade revolucionária. No ano de 1801 enviou uma carta promulgada, pedindo uma constituição de 10 membros com objectivo de criar uma soberania e nação.

A França reconhecia São Domingo, (Haíti) como parte de seu império. Os colonos eram beneficiados pelas leis particulares do golpe de estado de 18 Brumarion. A Espanha em 1795 deu parte do leste da ilha a França mas não foi operacional. Toussaint vence seus rivais e domina toda ilha com 25000 homens. Sua grandeza foi grande e despertou Napoleão Bonaparte. Napoleão desconfiado e preocupado enviou a ilha um exercito de 20000 veteranos as ordens de Leclerc, seu cunhado e marido de Paula Bonaparte. Toussaint revoltado, rebela-se contra colonia francesa, ficando do lado dos irmãos que combatiam pela liberdade.

(Microsoft Word - Toussaint Louverture Portugu352s 5.rtf)Em 6 Fevereiro de 1802, Leclerc chega a ilha, derrutando toda resistência de Toussaint e colaboradores. Queimou casas, engenhos e destruiu as plantações, arrasando toda ilha. No mesmo ano 5 Maio, Toussaint é obrigado aceitar um acordo de paz oferecido pela França.

Mas retira-se das funções, vivendo afastado da causa. Foi detido 10 Junho de 1803. Foi transportado para França como prisioneiro de guerra, detido, sofre maus tratos nas frias e sujas masmorras. Morre 7 Abril de 1803. O general Toussaint foi quem começou os primeiros passos pela emancipação dos negros rumo a independência do Haίti, celebrada 1 Janeiro de 1804. É o primeiro paίs da América-Saxona emancipar-se, conquistando sua liberdade. Toussaint desafiou o grande Napoleão Bonaparte. O humilde escravo de Bréda é considerado o maior capitão da história contemporânia contra colonização.