Origens

Na África, os Bantus foram tribos que habitaram em zonas centrais e litorais do continente africano. Emigraram desde o Golfe da Guiné em direcção ao sul, aproximando-se ao rio Cassai. Os primeiros habitantes de Angola tinham como lίngua (Khoisan). Os Bantus permaneceram em zonas do actual paίs Angola. Misturando-se com os nativos, (Tchokwes). Sucedeu-se uma confluência metalúrgica entre as tribos que ainda hoje conhecemos por Lundas-Tchokwes, os (Bakongos) que vivem no norte de Angola.Origem

No ano de 1482 chega as margens do rio Congo, o descobridor português Diogo Cão, no entrocamento entre Congo e Cabinda. Na época existia um reinado do Congo, governado e controlado por Mani Congo ao norte de Angola, capital Mbanza. Os portugueses são acolhidos pelo suberano Nzinga Nkuwu. Na época existia bom relacionamento entre ambas partes, (europeus e africanos). Um intercâmbio comercial pela troca de mercadorias, armas de guerra e dentes de marfins por escravos. Os portugueses conquistam a confiança do rei Congolês, logo conseguem converte-lo ao catolicismo. Em 1491, os portugueses dão o nome de São Salvador, capital do reino congolês. Mais em 1507, morre Nzinga Nkuwu, sucedido por outro Mani Congo que mudou totalmente as relações entre ambas as partes.

Os portugueses interessados pelas minas de ouro e escravos, declaram guerra ao novo rei. No conflito, Mani Congo é derrutado e morto.

Origem2O reinado do Congo é conquistado e destruίdo, desaparecendo por completo. A dominação portuguesa não ficou por ali, expandindo por todo o reinado. Conquistando de seguida outro povo, (Ngolas) do reino Ndongo nas colinas do rio Cuanza. O nome Angola foi proclamado pelos povos nativos, (Ngolas) antes da chegada dos portugueses ao reino africano. Na época o domίnio português era forte e conquistador. São Paulo de Assunção de Luanda é fundado. Capital de Angola, o principal ponto de exportação de escravos rumo as Américas (Brasil, Cuba e outras distinações).map

As vilas e vilarejos das proximidades do rio Congo, norte de Angola, houve uma mestiçagem da população entre os povos africanos e europeus. Uma certa cumplicidade nas tribos pela troca de matérias ; roupas, vinhos etc, por escravos. Apartir do século XVI, registou-se mais de 16 milhões de africanos transportados nos terrίveis navios negreiros, cálculos ainda por difinir. Apenas 4 milhões sobrevivem nas embarcações para Américas, (Brasil e México). A maioria dos negros arrebatados, foram os Bantus de Angola.

A desertação ocorrida da população angolana foi em massa no século XVII. Pelo escasso mercado humano nas regiões do litoral de Angola, fez que os portugueses, arrancassem as tribos de Yorouba, descendentes da Nigéria. Entre Brasil e Angola existia uma aliança pelo tráfico humano, uma mistura variada pela cultura e linguagem no português-brasileiro. Somente no ano de 1836, chega Angola a proibição do comércio de escravos para as Américas.

Ongolo :

Image de prévisualisation YouTube

Vadiação Capoeira Antiga :

Image de prévisualisation YouTube

 A luta Ag’ya Danmye Ladja :

Image de prévisualisation YouTube

Filme « Quilombo de Palmares » 

Image de prévisualisation YouTube

Filme « De Galanga no Congo a Chico Rei em Ouro Preto »

Image de prévisualisation YouTube

Filme « Ganga Zumba »

Image de prévisualisation YouTube